in

Rafinha e Diego Souza não vão para o banco de reservas e causam mal-estar no Grêmio

Após serem substituídos, jogadores decidiram não voltar para o banco de reservas, como de costume.

(Lucas Uebel/Grêmio)

O Grêmio sofreu mais uma derrota no Campeonato Brasileiro de 2021. A equipe visitou o Palmeiras, em São Paulo, e voltou com um revés de 2 a 0 na bagagem. A partida ruim no primeiro tempo revelou um time sem inspiração ou capacidade de encarar o atual líder do Brasileirão, e ligou o sinal de alerta na Arena.

Publicidade

Contudo, o que mais chamou a atenção na derrota para o Palmeiras foi a atitude de dois jogadores considerados “cascudos” no clube. Diego Souza e Rafinha acabaram substituídos por Thiago Gomes no intervalo. Entretanto, a dupla não voltou ao banco de reservas, como é de costume, e permaneceram o segundo tempo inteiro no vestiário do Allianz Parque.

Situação causa mal-estar no Grêmio

A cena atípica da derrota aconteceu na virada do primeiro para o segundo tempo. Já com o 2 a 0 no placar, Rafinha e Diego Souza decidiram não voltar ao banco de reservas para acompanhar os companheiros. A cena foi flagrada pelo repórter André Hernan, dos canais Premiere, que reportou o fato de a dupla não ter retornado ao campo depois dos primeiros 45 minutos.

Publicidade

Após ser confirmada a informação, a questão foi levantada durante a entrevista coletiva concedida por Marcos Herrmann. “Eu não vi, estava lá em cima na posição da diretoria. Não vi esse episódio. Com certeza porque é da índole deles, estavam extremamente chateados com o andar da carruagem“, justificou o vice de futebol no clube.

Publicidade

Entretanto, apesar do primeiro tempo ruim e da situação incômoda causada pela dupla de jogadores experiente, Herrmann vê esperança ao fim do túnel. “Não fizemos um bom primeiro tempo. E fizemos um segundo tempo que nos dá esperança“, destacou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade