in

Grêmio quer reduzir folha salarial antes de contratar jogadores; valores impressionam

Grêmio condiciona saída de jogadores à chegada de reforços para o elenco.

(Lucas Uebel/Grêmio)

O Grêmio estuda contratar jogadores que possam somar à equipe titular, e assim tirar o time da atual situação, atualmente como lanterna do Campeonato Brasileiro 2021. Os problemas se agravam com a falta de uma vitória que convença o torcedor.

Publicidade

Para tentar evitar o desastre da segunda divisão, o Grêmio estuda contratações de peso que possam agregar ao elenco, mas antes de qualquer anúncio de reforço, o clube gaúcho pretende reduzir a folha salarial.

Grêmio quer reduzir folha antes de contratar

O Grêmio pretende contratar, mas, ao mesmo tempo precisará se livrar do buraco onde se enfiou. Com o peso de valorização de atletas hoje descartados e vencimentos elevados, o clube se vê atolado com uma folha salarial na casa dos R$ 14 milhões mensais.

Publicidade

Com uma folha já inchada, surgem especulações de que o Grêmio precisará, antes de fazer contratações de impacto, liberar atletas e enxugar a folha atual. Nomes como Paulo Victor, Everton Cardoso e Victor Ferraz são os favoritos para deixar o clube nos próximos dias. 

Publicidade

Entretanto, a rescisão de contrato não é fácil e dependerá de uma negociação longa para acertar os vencimentos que os atletas ainda teriam por direito. Com uma quantidade exagerada de jogadores, o Grêmio precisará antes resolver as pendências no plantel para então depois ir ao mercado atrás de nomes de peso.

Publicidade

A expectativa da diretoria é liberar pelo menos 10 jogadores, entre empréstimos, volta à base e rescisão contratual. O caminho, no entanto, não será fácil, visto que o Grêmio acabou se enfiando sozinho em um buraco difícil de sair sem elevar eventuais dívidas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade