in

Grêmio tem jovens jogadores na mira de gigantes da Europa

Com uma ótima safra de jovens, o Grêmio convive diariamente com o assédio europeu.

(Lucas Uebel/Grêmio)

Com uma ótima safra de jovens surgindo em mais uma fornada de craques das categorias de base, o Grêmio convive constantemente com o assédio do futebol europeu às suas promessas.

Publicidade

Pelo menos seis nomes de destaque no ano chamam a atenção de clubes da Europa, que podem formalizar uma proposta ainda nesta janela.

Grêmio vê assédio crescer

Os jovens de grande potencial do Grêmio convivem constantemente com o assédio de clubes europeus. Atualmente com boa parte do plantel formado por jogadores oriundos da base, o Tricolor pode receber propostas a qualquer momento. 

Publicidade

Um nome que tem chamado muito a atenção recentemente é o de Vanderson, de 20 anos, que surgiu ainda pelas mãos de Renato Portaluppi. O Tricolor apenas aceita iniciar conversas pela promessa a partir dos 10 milhões de euros, mas não pretende se desfazer do jogador no momento.

Publicidade

Além de Vanderson, Brenno também tem sido observado de perto por clubes da Europa. Atualmente representando a seleção brasileira olímpica em Tóquio, Brenno é um dos destaques do clube na temporada.

Publicidade

Outro nome da defesa tricolor que chama a atenção da Europa é o de Ruan, de apenas 22 anos. Alto e veloz, Ruan é desejo do Porto, de Portugal, que há poucos meses levou Pepê junto ao Grêmio.

Matheus Henrique, atualmente com 24 anos, já é observado há algum tempo. Mais recentemente o volante da seleção olímpica teve uma sondagem do Sassuolo, da Itália, que quer um substituto para uma eventual saída de Locatelli.

Já no ataque, Ferreira e Ricardinho também estão no radar da Europa por sua alta capacidade de finalização e evolução. O Grêmio já definiu que a dupla só sairá pela multa vigente em contrato, visto que não planeja se desfazer dos dois. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade