in

Grêmio pretende negociar Matheus Henrique na Itália e vai atrás de substituto

Atualmente na Itália, CEO do Grêmio, Carlos Amodeo, negocia reforços e ouve propostas por jogadores.

(Lucas Uebel/Grêmio)

O Grêmio vive uma busca incessante por reforços para qualificar a equipe titular para deixar a zona de rebaixamento do Brasileirão de 2021. O resultado positivo conquistado em Salvador, sobre o Vitória, pela Copa do Brasil, serviu para devolver a autoestima da equipe, mas também para revelar os caminhos que o clube gaúcho trilha no mercado da bola.

Publicidade

Segundo apurou o UOL Esporte, o CEO do Grêmio, Carlos Amodeo, está atualmente na Europa em um plano de viagens atrás de reforços e de negócios por jogadores do clube gaúcho. No Velho Continente, Amodeo se encontra na Itália, buscando informações sobre jogadores que atuam no país, bem como para tratar do interesse do Sassuolo em Matheus Henrique.

Grêmio atrás de negócios na Europa

Em entrevista coletiva após a vitória nesta terça-feira (27), Romildo Bolzan confirmou que Amodeo está na Europa, mas evitou dar detalhes dos objetivos da viagem. “Eu só tenho uma confirmação a dar: a de que o Amodeo realmente está na Itália“, confirmou Romildo. “Posso adiantar que ele está lá, mas o objetivo da viagem eu preciso manter de forma discreta ainda“, recuou o presidente.

Publicidade

A diretoria, junto a Luiz Felipe Scolari, buscam nomes para integrar a equipe. Entretanto, o próprio Felipão admitiu a dificuldade de trazer reforços no momento. “A gente (Felipão e diretoria) tem conversado sobre reforços. Está muito difícil”, disse o treinador em coletiva. 

Publicidade

Na Itália, o Grêmio sonda a possibilidade de venda de Matheus Henrique ao Sassuolo. O Tricolor mostra interesse em negociar o volante, mas só aceitará iniciar conversas a partir de 10 milhões de euros (cerca de R$ 62 milhões). Além da possível saída de Matheus, sonda-se ainda a possibilidade de negociação do volante Hernani, atualmente no Parma, da Itália. O jogador seria o Plano A da diretoria do Grêmio para suprir a eventual saída de Matheus Henrique.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade