in

Grêmio quer Borja, mas Palmeiras faz duras exigências por centroavante

Grêmio e Palmeiras voltam a negociar, mas imposições podem melar acerto.

(Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O Grêmio segue em busca de um centroavante titular para a posição. Após receber diversos nomes, a direção optou por voltar a São Paulo, mais especificamente até o Palmeiras, e fazer uma consulta por um outro centroavante da equipe.

Publicidade

Após a tentativa frustrada por Luiz Adriano, o Tricolor procurou pelo colombiano Miguel Borja, que recentemente retornou de empréstimo junto ao Junior de Barranquilla, de seu país natal. As informações foram apuradas pelo ESPN.com.br, em matéria assinada pelos jornalistas Francisco De Laurentiis, Daniel Bocatto e Bibiana Bolson.

Palmeiras impõe três condições ao Grêmio

Assim como na negociação por Luiz Adriano, o Palmeiras faz jogo duro com o Grêmio para liberar Borja. A ESPN apurou as três condições do clube paulista para liberar o colombiano para a equipe gaúcha: 

Publicidade
  1. O empréstimo deverá ser pago pelos gaúchos;
  2. O jogador precisará ser liberado imediatamente em caso de proposta europeia;
  3. O staff do atleta precisa aceitar a renovação de contrato de Borja com o Palmeiras;

As condições foram apresentadas à direção gremista, que estudará e analisará as imposições. Caso o Grêmio não acorde aos termos propostos pelo Palmeiras, a tendência será de que Borja permaneça no Alviverde e receba chances do técnico Abel Ferreira.

Publicidade

Desesperado atrás de um centroavante, o Grêmio corre contra o tempo para trazer o dono da camisa 9. Após diversos nomes serem oferecidos, como Jonathan Calleri, Dario Benedetto e a procura pelo próprio Luiz Adriano, do Palmeiras, o clube gaúcho esbarra nas altas cifras e na dificuldade de selar um acordo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade