in

Grêmio volta à carga por Gastón Ramirez e ouve condições do negócio; valores geram incertezas

Antigo desejo do Grêmio, Gastón Ramirez é especulado novamente no Grêmio e estabelece condições para acerto.

(Divulgação/Sampdoria)

Ativo no mercado da bola, o Grêmio estuda opções viáveis capazes de solucionar os problemas na equipe. Priorizando a chegada de um meia-atacante e um centroavante de ofício, o Tricolor já definiu alguns nomes e estuda a investida em jogadores capazes de elevar o nível da equipe titular de Luiz Felipe Scolari.

Publicidade

Com o CEO Carlos Amodeo há poucos dias na Itália, o Grêmio voltou à carga por um antigo desejo do clube, o meia Gastón Ramirez, de 30 anos. Vale destacar que o clube gaúcho tentou a contratação do uruguaio em 2020, mas o jogador preferiu permanecer na Sampdoria à época, a pedido do treinador Claudio Ranieri.

Agora livre no mercado, o jogador voltou a ser desejo do Grêmio, mas expôs suas condições para acertar sua chegada a Porto Alegre.

Publicidade

Gastón Ramirez quer salário alto para jogar no Grêmio

O Grêmio, por meio de Carlos Amodeo, se reuniu com os representantes do jogador, que apontaram os caminhos da negociação caso o Tricolor realmente queira o atleta no elenco. Segundo apurou o jornalista Diogo Rossi, o meia-atacante quer receber um salário de 2 milhões de euros por ano, o que daria cerca de R$ 1 milhão por mês, com um contrato de 2 ou 3 anos com o clube gaúcho.

Publicidade

Apesar de abrir conversas com o clube gaúcho, o real desejo do meia é seguir atuando no Velho Continente, onde joga desde 2010, quando deixou o Peñarol para se transferir para o Bologna da Itália. Além de Bologna e Sampdoria, na Itália, Ramirez também atuou na Inglaterra, onde defendeu Southampton, Hull City e Middlesbrough. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade