in

São Paulo sofre com ‘rejeição’ de artilheiros e fica sem saída no mercado

Tentando a contratação de um centroavante desde o início do ano, o São Paulo sofre com ‘rejeições’ no mercado.

(Divulgação/River Plate)

O São Paulo começou o ano de 2021 com a certeza de buscar um centroavante nato, capaz de tomar para si a responsabilidade de ser o homem-gol da equipe na temporada. Contudo, com o passar dos meses, o clube se viu com opções cada vez mais escassas, culminando em desistências de uma das partes e as incertezas sobre os atletas cogitados.

Publicidade

Com o mercado nacional inflacionado, o São Paulo foi à Argentina e à Europa atrás de um centroavante experiente, com forte currículo e capaz de resolver os problemas da equipe de Hernán Crespo.

São Paulo vê mercado reduzir

O ano do São Paulo começou com uma certeza: a contratação de um centroavante. O camisa 9 seria a solução para uma lacuna deixada na equipe titular após a saída de Brenner, no início deste ano. Com isso, a diretoria começou suas buscas a todo o vapor, já fevereiro.

Publicidade

O primeiro nome da lista foi Rafael Santos Borré, com contrato prestes a acabar com o River Plate. Com o vínculo para encerrar em junho de 2021, o jogador recebeu uma proposta do São Paulo, mas, na contraproposta, assustou a equipe paulista, que acabou recuando no negócio e, posteriormente, abandonando as tratativas.

Publicidade

Mais tarde, já na metade do ano, o Tricolor paulista viu a oportunidade de contar com Jonathan Calleri. O argentino, que teve uma passagem curta, mas muito elogiada no clube, pediu altos valores, o São Paulo cobriu o que podia e, quando o atleta não respondeu à proposta, o negócio acabou sendo desfeito.

Publicidade

Já o nome mais recente foi do também argentino Darío Benedetto. O centroavante chegou a ficar muito próximo do São Paulo, mas uma alta pedida de luvas emperrou o negócio e o Tricolor desistiu das negociações.

Com os constantes problemas para fechar as contratações desejadas, o São Paulo vê agora uma escassez no mercado de centroavantes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade