in

Adeus Hernán Crespo? Clube formador do técnico, River Plate quer tirá-lo do São Paulo; dirigente responde

O São Paulo vive a expectativa de conquistar o título da Copa Conmebol Libertadores, mas teme pela saída do técnico Crespo.

Fellipe Lucena/Divulgação Instagram Oficial do São Paulo

O São Paulo vive a expectativa de avançar em mais uma fase mata-mata da Copa Conmebol Libertadores e terá, nesta noite de terça-feira, 17 de agosto, o Palmeiras como grande adversário. O clássico será disputado no Allianz Parque e confronto de ida ficou empatado por 1×1.

Publicidade

Os torcedores enxergam a dificuldade em passar pelo rival fora de casa, no entanto, vale lembrar que o tricolor do técnico Hernán Crespo vem sendo uma pedra no sapato do Palmeiras. Se pegarmos o histórico do confronto em Libertadores, o São Paulo também leva ampla vantagem, mesmo enquanto esteve no comando de outros treinadores.

Crespo de saída?

O técnico Hernán Crespo chegou ao São Paulo após a demissão de Fernando Diniz e o objetivo era montar uma equipe ofensiva e capaz de conquistar títulos importantes. O comandante tirou o tricolor da fila e conquistou o Campeonato Paulista de 2021.

Publicidade

Agora, o foco principal é a disputa da Copa Conmebol Libertadores. Prova disso foi o jogo do final de semana contra o Grêmio, quando na ocasião alguns jogadores importantes foram poupados para enfrentar o Palmeiras. Mesmo sem alguns de seus titulares, o time superou o adversário pelo placar de 2×1 no Estádio do Morumbi.

Publicidade

Vivendo boa fase no comando do São Paulo, Hernán Crespo passou a ser cotado em seu clube formador. O River Plate pode perder o técnico Marcelo Gallardo nos próximos meses e enxerga em Crespo uma boa opção para dar continuidade ao trabalho. Os dirigentes do tricolor, no entanto, já se posicionaram afirmando que não existe qualquer chance de saída no momento.

Publicidade

Europa é outra possibilidade

Hernán Crespo também teve uma carreira importante, ainda como jogador, com passagens por clubes do futebol europeu. Seu nome agora é cotado por lá também como técnico e a possibilidade é vista com bons olhos pelo argentino. A multa rescisória no momento para tirá-lo do São Paulo é de 750 mil dólares, algo em torno de 4 milhões de reais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade