in

Veterano do Grêmio é pressionado e desabafa sobre críticas ao elenco: ‘Não tem laranja podre’

O jogador é um dos líderes do atual elenco do Grêmio e saiu em defesa do time após receber várias críticas dos torcedores.

Lucas Uebel/Divulgação Instagram Oficial do Grêmio

O Grêmio passa pelo seu pior momento na temporada, luta para sair da zona de rebaixamento e evitar um desastre ainda maior no Brasileirão Série A. Vale lembrar que o time já foi eliminado da Libertadores e também da Copa Conmebol Sul-Americana.

Publicidade

O time do técnico Luiz Felipe Scolari visitou recentemente o São Paulo, em confronto direto contra o Z4, mas acabou tropeçando novamente. Foi o suficiente para subir o tom dos torcedores, que atacam jogadores, dirigentes e também o atual treinador.

Rafinha desabafa

O lateral-direito Rafinha, de 35 anos de idade, vem perdendo espaço no elenco do Grêmio e é um dos alvos de críticas por parte dos torcedores. O jogador concedeu entrevista para Duda Garbi, no YouTube, e defendeu seus companheiros de equipe.

Publicidade

“E o vestiário do Grêmio é muito bom, cara. Não tem vagabundo, não tem laranja podre ou safado. Convivi com os melhores e com gente difícil. Todos ali querem jogar, mas não tem vagabundo. Todos estão com o mesmo objetivo e estamos lutando para voltar.”, disse o jogador em seu desabafo.

Publicidade

Rafinha também falou sobre o crescimento de Vanderson, que ganha cada vez mais chances com Felipão e chegou até mesmo a balançar as redes recentemente. O jovem vem se destacando e já conquistou os torcedores.

Publicidade

“Vão falar que estou na reserva do Grêmio e que o Vanderson está jogando. Pô, esse garoto pode jogar à vontade. Eu sei que eu vou jogar também os meus jogos. Isso é normal”, completou o veterano em entrevista recente.

Próximo compromisso

Em seu próximo compromisso, atuando fora de seus domínios novamente, o Grêmio terá pela frente o Cuiabá como adversário. O jogo é visto como fundamental para as pretensões da equipe de fugir do Z4 e os torcedores estão preocupados, uma vez que o rival poderá abrir distância na tabela e afundar o tricolor na competição nacional de pontos corridos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade