in

No São Paulo, Crespo critica estrutura do clube; diretoria toma decisão

Após críticas do técnico Hernán Crespo pelo número de atletas lesionados, direção do São Paulo decide agir.

(Rubens Chiri/São Paulo FC)

A vitória diante do Sport, na Ilha do Retiro, no último domingo (22), não isentou o São Paulo de receber críticas. Contudo, as contestações vieram do próprio treinador, Hernán Crespo, que não pode contar com o zagueiro Arboleda em função de uma lesão na coxa. Após mais uma baixa no time titular, Crespo soltou o verbo e criticou a estrutura do clube.

Publicidade

Para aliviar a tensão no ambiente, a diretoria do São Paulo se pronunciou poucas horas depois e tomou uma decisão para resolver os problemas enfrentados pelo técnico argentino ao longo da temporada.

Crespo detona estrutura do São Paulo

Depois de Arboleda ficar de fora de mais uma partida, Crespo foi à coletiva reclamar da falta de estrutura no São Paulo, sobretudo na recuperação física dos atletas. “Se chegamos a 33 lesões, quero dizer que estamos em um momento de reconstrução”, disse Crespo, que admitiu que a situação não deve demorar a se repetir no futuro próximo.

Publicidade

Lamentando os desfalques por lesão, Crespo culpou a falta de atualização das estruturas do clube. “Há muito tempo o São Paulo precisa melhorar essa estrutura”, enfatizou o treinador.

Publicidade

Diretoria do São Paulo age para melhorar estrutura

Após as críticas de Hernán Crespo, a diretoria se pronunciou rapidamente e prometeu atualizações na estrutura do clube. “Sem dúvida iremos melhorar. Estamos buscando recursos e parceiros. Não é tarefa fácil, mas faremos”, informou o diretor Carlos Belmonte em comunicado via redes sociais.

Publicidade

O diretor confirmou que o clube passou alguns anos sem investir nos setores, mas afirmou que a decisão da diretoria é por modernizar as estruturas do clube para uma mais rápida recuperação dos atletas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade