in

No Grêmio desde os 9 anos, revelação da base é visto como possível ‘sucessor’ de Maicon no clube gaúcho

Maicon rescindiu contrato com o Grêmio e revelação da base do clube é visto como possível sucessor do volante.

Twitter Oficial Grêmio

Mesmo com a rescisão, em comum acordo, do contrato entre o volante Maicon e o Grêmio, o clube gaúcho tomou a decisão de não entrar no mercado para preencher a vaga deixada pelo jogador, que solicitou seu desligamento e encerrou sua história no time quatro meses antes do encerramento legal do vínculo.

Publicidade

Na visão do departamento de futebol, Felipão tem a sua disposição jogadores bons o suficiente para levar o clube até o final da temporada. Atualmente, o Grêmio dispõe de seis volantes pertencentes ao time principal: Villasanti, recém-contratado, as revelações Fernando Henrique, Vitor Bobsin e Darlan, que vieram da base do clube, além dos veteranos Thiago Santos e Lucas Silva.

Além disso, o Grêmio tem a sua disposição Mateus Sarará e Jhonata Varela, que disputam o Brasileirão de Aspirantes, mas já marcaram presença em partidas profissionais. Inclusive, Mateus, que ingressou na escolinha do Grêmio aos 9 anos, é visto como um possível herdeiro de Maicon, uma vez que, durante os treinos em que esteve com a equipe principal, acabou sendo apadrinha do pelo volante, além de suas características de jogo.

Publicidade

Publicidade

Outra possibilidade apontada pelo portal Gaucha ZH, é a de que Maicon vinha atuando mais adiantado do meio-campo, como o que poderia ser chamado de meia-armador, posição que recentemente foi delegada a Campaz e conta também Jean Pyerre.

Publicidade

Maicon vestiu a camisa do clube gaúcho desde o ano de 2015 e atuou pelo time em sete temporadas. Em toda sua trajetória com a camisa tricolor, o volante atuou em 16 partidas, sendo 8 delas como titular.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.