in

Goleiro Bruno faz pedido importante à Justiça e aguarda resposta

Ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes foi condenado pela morte de Eliza Samudio, em 2013.

Reprodução O Tempo

O goleiro Bruno Fernandes de Souza quer voltar a morar na cidade de Arraial do Cabo, Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Foi para lá que Bruno se mudou em março do ano passado, após deixar a Varginha, em Minas Gerais. No momento, Bruno está morando no estado do Acre.

Publicidade

O goleiro está morando no estado da região norte do Brasil porque defendia o Rio Branco Futebol Clube. A volta de Bruno para Arraial do Cabo depende de uma decisão da Justiça. O prazo para que esta decisão seja tomado ainda não foi divulgado.

A juíza Juliana Gonçalvez Pontes determinou que Bruno apresente comprovante de residência e de trabalho na cidade. Se não estiver trabalhando, o que parece ser o caso do momento, Bruno terá que apresentar uma possibilidade de trabalhar imediatamente em Arraial do Cabo.

Publicidade

A magistrada é da Comarca de Arraial do Cabo. O pedido para Bruno voltar a morar na cidade partiu de sua defesa. O Ministério Público do Acre não viu problema na mudança, mas pediu que a Comarca de Arraial do Cabo fosse consultada. Bruno aguarda a decisão da Justiça.

Publicidade

Bruno foi condenado pela morte de Eliza Samudio

O goleiro foi condenado a 22 anos e 3 meses em 2013. Naquele momento, Bruno cumpria pena desde 2010. Ele foi condenado pelo assassinato da ex-namorada Eliza Samudio. Bruno também respondeu por ocultação de cadáver. Até hoje o corpo de Eliza não foi encontrado. O ex-goleiro do Flamengo ainda foi condenado por cárcere privado e sequestro do filho Bruninho. Em 2019, Bruno passou a cumprir pena em regime aberto e pôde trabalhar.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!