in

Após gastar R$ 27 milhões com rescisões, Grêmio aceita pagar 100% do contrato de Maicon

A diretoria do clube tem trabalhado bastante na tentativa de resolver os problemas do clube dentro e fora de campo.

Digulgação/Lucas Uebel + Instagram oficial do Grêmio

A diretoria do Grêmio segue firme tentando resolver todos os problemas do clube dentro e fora de campo na atual temporada. O tricolor gaúcho tem sido bastante cobrado pela torcida para conseguir novos reforços e melhores resultados no Campeonato Brasileiro, devido o clube estar em uma das suas piores temporadas nos últimos anos.

Publicidade

O Grêmio volta a campo do próximo domingo (05), pelo Campeonato Brasileiro, procurando sair da tão temida zona de rebaixamento. O clube gaúcho irá enfrentar o líder Atlético-MG fora de casa, em partida realizada no Mineirão às 20h30 e será transmitida pelo canal Premiere.

A diretoria do clube divulgou recentemente os demonstrativos contábeis e financeiros do segundo trimestre de 2021 para os conselheiros do Grêmio, durante última reunião realizada. Apesar de apresentar um superávit de R$5,7 milhões, o que mais chamou a atenção foi o valor milionário envolvendo as rescisões dos seis jogadores que deixaram o clube.

Publicidade

De acordo com um documento apresentado na reunião do Conselho Deliberativo, o clube gaúcho aceitou pagar R$ 27,5 milhões para as rescisões de contrato dos jogadores Thiago Neves, David Braz, Vanderlei, Paulo Victor, Diego Tardelli e André. 

Publicidade

Apesar do valor alto, o clube conseguiu economizar com a saída dos jogadores e economizou cerca de R$ 9 milhões com os acordos, já que se permanecessem até o final do vínculo o Grêmio desembolsaria R$ 36 milhões. 

Publicidade

Segundo informações do “GaúchaZH”, o tricolor gaúcho também se comprometeu com o meia Maicon e irá pagar 100% do restante do contrato com o jogador, subindo o valor de rescisões para mais de R$ 30 milhões.

A rescisão do jogador foi divulgado recentemente e foi decidida em comum acordo. A diretoria argumentou que a decisão foi tomada devido o contrato estar bem próximo do fim e em respeito a toda história de Maicon com o clube.

Publicidade
Publicidade
Publicidade