in

Grêmio pode emprestar jogador ‘descartado’ por Felipão; economia seria de R$ 500 mil por mês

Vasco faz sondagem por meia-atacante, que chegou sob aval de Renato Portaluppi ao Grêmio em 2020.

Lucas Uebel/Divulgação Instagram Oficial do Grêmio

O Grêmio ainda busca definir algumas situações em seu elenco, mesmo com a reta final de temporada se aproximando. Com a chegada de Luiz Felipe Scolari, o treinador requisitou uma redução no número de jogadores no plantel. Assim, à época, Paulo Victor, Victor Ferraz e Éverton Cardoso foram afastados pelo técnico.

Publicidade

O goleiro, que era bastante criticado pela torcida, deixou o clube rumo a Portugal, para atuar pelo Marítimo. Já o lateral-direito e o atacante acabaram reintegrados ao elenco principal, mas ainda não receberam chances com Felipão. Éverton Cardoso, inclusive, recebeu sondagens vindas do Vasco da Gama, que mostrou interesse em contar com o jogador.

Grêmio vê dificuldade de negociar Éverton Cardoso

Segundo informações apuradas por César Cidade Dias, o Vasco da Gama demonstrou interesse em contar com Éverton Cardoso para a sequência da Série B. Em situação delicada na competição, o clube cruzmaltino, a pedido do técnico Lisca, deve ir ao mercado se reforçar para sair do meio da tabela e brigar pelo acesso à Série A.

Publicidade

Há um fator complicado na negociação que pode fazer com que as conversas travem: o alto salário do jogador. Ganhando na casa dos R$ 500 mil mensais, o jogador tem contrato até dezembro de 2022 e precisaria abrir mão de uma quantia significativa para deixar o clube gaúcho.

Publicidade

Para o Grêmio, por outro lado, seria uma economia grande, visto que o jogador pouco atuou com a camisa do Tricolor e está fora dos planos do técnico Felipão para a sequência da temporada. A postura atual da direção é evitar quebras de contrato e apenas liberar quando os jogadores conseguirem novos clubes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade