in

Notícias do São Paulo: Lucas Moura cotado no Morumbi, futuro de Pastore e prejuízo de 20 milhões de reais

O São Paulo vem agitando o mercado da bola nos últimos dias, fechou com novos reforços e teve outros nomes cotados.

Alexandre Coutinho/Divulgação Instagram Oficial do São Paulo

Após o empate diante do Juventude, em seu compromisso mais recente pelo Campeonato Brasileiro, agora o São Paulo retoma sua preparação para a partida contra o Fluminense. O confronto acontecerá no próximo domingo, 12 de setembro, e será realizado no Estádio do Maracanã.

Publicidade

Nenhuma das duas equipes vive uma grande fase e o resultado é fundamental para evitar uma aproximação da zona de rebaixamento da competição nacional de pontos corridos. O trabalho de Hernán Crespo já vem sendo contestado pela torcida, no entanto, dentro do clube sua permanência é uma unanimidade.

Lucas Moura e Javier Pastore

O atacante Lucas Moura, de 29 anos de idade, defende atualmente as cores do Tottenham, da Inglaterra, e é um dos nomes mais pedidos pelo torcedor do São Paulo. O jogador não esconde seu desejo em retornar, no entanto, a transferência não deverá ser concretizada em 2021.

Publicidade

“Está nos meus planos voltar para o Brasil, voltar para o São Paulo. Nunca escondi isso de ninguém, nunca escondi o carinho e o amor que eu sinto pelo São Paulo. Quando eu saí do São Paulo eu falei que eu queria ficar 10 anos na Europa. Faça chuva, faça sol, meu objetivo, meu plano é ficar 10 anos”, disse o jogador em sua entrevista mais recente.

Publicidade

Outro nome cotado no São Paulo e que não deverá chegar ao clube agora é Javier Pastore, argentino que estava livre de contrato no mercado da bola e jogará a próxima temporada pelo Elche, da Espanha. O atleta de 32 anos era visto com bons olhos para assumir a camisa 10 no tricolor paulista.

Publicidade

Prejuízo de 20 milhões

Segundo informações do site UOL, o São Paulo foi condenado a pagar o valor de 20 milhões de reais para o empresário André Cury. O valor estaria relacionado a um empréstimo para o clube quando realizou a contratação do atacante Raniel.

O prejuízo não chega em um bom momento, visto que o São Paulo vive uma crise financeira. O clube chegou até mesmo a recuar em diversas negociações por reforços e o motivo foi justamente a falta de dinheiro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade