in

Volta de Lucas Moura ao São Paulo e Grêmio negociando Vanderson, mercado ‘pega fogo’ mesmo com o fim da janela

Especulações de reforços e saídas de jogadores estão longe do fim no futebol brasileiro.

RUBENS CHIRI/DIVULGAÇÃO SÃO PAULO - LUCAS UEBEL/DIVULGAÇÃO GRÊMIO

O mercado de transferências para o futebol europeu encerrou sua janela na última segunda-feira (30/09) com o São Paulo anunciando dois reforços de última hora. O clube do Morumbi correu contra o tempo e fechou a contratação por empréstimo do meia uruguaio Gabriel Neves, e também realizou o sonho da torcida de repatriar o atacante argentino Jonathan Calleri, que fez sucesso com a camisa tricolor em 2016.

Publicidade

Se por um lado a janela fechou, por outro as especulações não param nunca pelos lados do Morumbi. Ainda mais após as declarações de Lucas Moura em entrevista ao Resenha ESPN na última sexta-feira (03/09). O atacante, revelado em Cotia, afirmou que está em seus planos retornar para o São Paulo em breve.

Lucas recordou uma promessa que fez aos torcedores logo quando saiu do São Paulo, em janeiro de 2013. Na ocasião, o atacante disse que jogaria 10 anos na Europa e depois voltaria para o seu clube de coração. Se cumprir com sua promessa, Lucas permaneceria em solo europeu por apenas mais uma temporada, retornando para o São Paulo em 2023.

Publicidade

Lateral direito do Grêmio valorizado

Se no São Paulo as especulações dão conta da possível volta de um ídolo que saiu ainda garoto do clube, no Grêmio a missão agora é a de segurar um garoto com carreira promissora. O clube gaúcho recusou a proposta do inglês Brentford pelo lateral direito Vanderson.

Publicidade

Prevendo que o jovem de 20 anos receberá propostas ainda melhores, o Grêmio foi além e comprou mais 20% dos direitos do atleta. Só nos últimos meses, o jogador já foi também sondado pelo Spartak Moscou, da Rússia, e pelo Milan, da Itália.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com