in

PF abre inquérito para apurar falsidade ideológica de argentinos

Jogadores teriam prestado informações falsas ao entrar no Brasil.

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal confirmou a instauração de um inquérito para apurar a possível ocorrência de crime de falsidade ideológica cometida por quatro jogadores da seleção argentina de futebol, que teriam prestado informações falsas ao entrarem no país, onde jogariam contra a seleção brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Publicidade

Com os dois times em campo, a partida foi paralisada ontem (5), após 5 minutos de seu início. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já havia determinado que os jogadores argentinos fossem isolados no hotel e, posteriormente, deportados para a Argentina, mas a decisão não foi cumprida. 

Segundo a Anvisa, a delegação argentina foi informada em reunião, no sábado (4), sobre a irregularidade dos jogadores que, mesmo assim, foram escalados para a partida.

Publicidade

Conforme previsto na Portaria Interministerial 655, de 2021, viajantes estrangeiros que tenham passagem, nos últimos 14 dias, pelo Reino Unido da Grã-Bretanha, Irlanda do Norte e Índia estão impedidos de ingressar no Brasil.

Publicidade

De acordo com a PF, ainda ontem, os atletas foram notificadas a deixar o país, o que é um procedimento padrão, e formalmente ouvidos em termo de declarações.

Publicidade

Ouça na Radioagência Nacional:


Publicado em 06/09/2021 – 16:08 Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil – Brasília. 
Edição: Lílian Beraldo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Agência Brasil

Agência pública de notícias da EBC. Informações sobre política, economia, educação, direitos humanos e outros assuntos.