in

Sem conversa sobre renovação, revelação da base do São Paulo pode deixar clube paulista contra vontade

Sem diálogo sobre uma possível renovação, atleta está liberado para assinar pré-contrato com outro clube.

Rubens Chiri / São Paulo FC

Com as conversas entre Rodrigo Freitas e o São Paulo estagnadas e há poucos meses do fim do contrato do atleta com o clube paulista, poucas são as chances de uma reviravolta que faça com que o jogador permaneça no time.

Publicidade

Mesmo com poucas oportunidades em 2021 e ficando fora dos nomes escolhidos por Crespo em diversos momentos, Rodrigo já manifestou vontade de se manter no elenco, porém, o atleta deve deixar o clube com o fim de seu vínculo, em dezembro deste ano.

Com pouco espaço e pouca participação no clube paulista durante esta temporada, desde julho Rodrigo está liberado para fechar um pré-contrato com qualquer clube que venha a se interessar por seu futebol.

Publicidade

O jogador tem 22 anos, foi uma das revelações da base do Tricolor e teve seu nome entre os relacionados, pela primeira vez, em setembro de 2018 para um duelo contra o Atlético-MG, em uma disputa da 23ª rodada do brasileirão, quando o clube estava sob comando de Diego Aguirre.

Publicidade

Apesar disso, sua primeira partida ocorreu somente em fevereiro de 2019, como titular em uma partida do Paulistão, já sob a liderança de André Jardine.

Publicidade

Em seguida, sem maiores oportunidades, o zagueiro acabou sendo emprestado ao Portimonense, de Portugal, onde também não conseguiu se destacar e, após 12 partidas pelo clube europeu, acabou retornando ao São Paulo em agosto de 2020.

A última oportunidade de mostrar seu talento vestindo a camisa do Tricolor se deu no dia 4 de agosto. Na ocasião, Rodrigo entrou no segundo tempo da partida contra o Vasco, em uma disputa pela Copa do Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.