in

De descartado à opção: Grêmio planeja utilizar mais Éverton Cardoso

Após ser afastado e descartado por Felipão, Éverton Cardoso agradou o treinador e reconquistou espaço no Grêmio.

(Lucas Uebel/Grêmio)

O Grêmio venceu o Ceará por 2 a 0 no último domingo (12) e trouxe maior tranquilidade ao plantel, que agora começa a caminhar rumo à saída da zona de rebaixamento do Brasileirão 2021. A vitória após 14 dias de treinamento não foi a única surpresa na equipe. O ressurgimento de Éverton Cardoso também chamou a atenção dos torcedores que acompanharam a vitória Tricolor na primeira partida do returno da competição.

Publicidade

Substituindo Alisson, o jogador atuou por apenas nove minutos, mas deve ganhar mais chances no futuro próximo. Com um trabalho particular, muita vontade e dedicação no dia a dia, o jogador reconquistou seu espaço e foi de descartado pela diretoria à opção no banco de reservas do técnico Luiz Felipe Scolari.

Éverton Cardoso renasce no Grêmio e pede passagem

A última partida do meia-atacante havia sido há três meses, quando foi titular em uma equipe alternativa que enfrentou o Santa Cruz, na final da Recopa Gaúcha. Apesar do longo tempo sem atuar em uma partida oficial, o jogador foi afastado do plantel principal por avaliação técnica interna. Contudo, nas últimas semanas Éverton se dedicou aos treinamentos e mostrou notória evolução.

Publicidade

Para prestigiar o jogador, Felipão decidiu lançar o meia nos minutos finais da partida diante do Ceará, para dar confiança ao jogador. “Alguns jogadores estamos resgatando ou dando confiança usando durante as partidas”, disse o treinador, que indicou que deve dar mais minutos ao jogador nas próximas partidas.

Publicidade

Contratado pelo Grêmio em 2020 com o aval de Renato Portaluppi, em troca com o São Paulo pelo centroavante Luciano, Everton nunca deslanchou no Grêmio. Atualmente com 32 anos, prestes a fazer 33, o atleta tem contrato até o final de 2022 com a equipe gaúcha. 

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade