in

Galeano agrada no lugar de Daniel Alves e Casares abre o jogo se o garoto fica ou não pro ano que vem

O contrato de empréstimo com o jogador termina em dezembro e o clube teria que comprá-lo em definitivo.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM - RUBENS CHIRI/saopaulofc.net

A diretoria tricolor anunciou na última sexta-feira (10/09) que o lateral-direito Daniel Alves não jogará mais pelo São Paulo. O clube deve cerca de R$ 18 milhões para o atleta, que se recusou a voltar aos treinos após o período que passou servindo a Seleção Brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. 

Publicidade

Com a ausência do medalhão, o técnico Hernán Crespo ficou sem nenhum lateral-direito disponível para a partida contra o Fluminense, no último domingo. O reserva imediato de Daniel Alves era Igor Vinicius, que estava suspenso e não pode entrar em campo. O outro lateral-direito do elenco, Orejuela, está contundindo e ainda não reúne condições de jogo. Dessa maneira, Crespo ousou e improvisou o garoto Galeano na posição.

Galeano é atacante, mas não fez feio na nova função. Segundo o próprio treinador, o garoto fez apenas um ou dois treinos na posição e já foi para o jogo, dando conta do recado. O problema agora é saber se o jovem continua para a próxima temporada, já que o seu contrato de empréstimo com o Tricolor termina em dezembro.

Publicidade

Para ficar com Galeano em definitivo, o São Paulo terá que desembolsar a quantia de 1 milhão de dólares. Como o clube enfrenta dificuldades financeiras, o presidente Júlio Casares teve que esclarecer se o clube fará ou não esse investimento.

Publicidade

Em entrevista ao jornalista Menon, Casares afirmou que o São Paulo vai negociar e tentar empurrar essa dívida para abril. O desejo do clube é continuar com Galeano e também com o meia Benítez. No caso de Benítez as cifras aumentam para 3 milhões de dólares. A ideia do presidente é ficar com os dois atletas, mas se isso não por possível, pelo menos um deve ser contratado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com