in

Flamengo tem recorde de receita em 2021 e prevê superávit de mais de R$ 130 milhões

O clube carioca tem mostrado que o sucesso do time não se resume às atuações dentro de campo.

Divulgação/Alexandre Vidal + Instagram oficial do Flamengo

O sucesso do Flamengo na atual temporada não se resume apenas às atuações em campo, animando muito a torcida do clube. O clube carioca busca votar na próxima semana uma readequação do orçamento para o restante de 2021 e já prevê terminar o ano com um superávit muito maior do que a expectativa inicial.

Publicidade

O documento entrega a diretoria do Flamengo, consta que o clube deve chegar aos R$ 984 milhões de faturamento bruno na atual temporada, sendo R$ 31 milhões a mais do que os R$ 953 milhões estimados no início do ano. O valor apresentado já inclui os R$ 87 milhões de premiação com o Campeonato Brasileiro, mas podem ser ainda maior caso o time chegue às finais da Copa do Brasil e da Libertadores.

Em entrevista para a FlaTV, o diretor financeiro Fernando Góes revelou que o clube espera ter uma faturamento recorde na atual temporada, além de conseguir um superávit que deve ser superior a R$ 130 milhões. O faturamento da atual temporada é um recorde do clube e supera a brilhante temporada de 2019, quando o clube ganhou a Libertadores e participou do Mundial de Clubes.

Publicidade

Responsáveis pelo faturamento recorde 

Um dos maiores responsáveis pelo recorde de faturamento é o setor de marketing do clube, que conseguiu contribuir com aproximadamente R$ 215 milhões de reais para o faturamento. O valor inclui publicidade, royalties e receita com patrocínios, muito acima dos R$ 25 milhões, estipulado no orçamento do início do ano.

Publicidade

Segundo informações de Marcos Senna, diretor de marketing do Flamengo, o clube possui atualmente ativos digitais muito mais desenvolvidos e melhores do que os de três anos atrás, além de afirmar que o clube conseguiu ir ao mercado e ter receitas proporcionais aos investimentos feitos.

Publicidade

Outra linha que contribuiu muito foi a de venda dos direitos de jogadores, que deve arrecadar cerca de R$ 270 milhões. O valor é muito superior aos R$ 168 milhões constantes no orçamento inicial do Flamengo, cobrindo todo o valor estimado para a bilheteria apesar de não ter público nos estádios.

Publicidade
Publicidade
Publicidade