in

Mario Ceso Petraglia critica ‘jaula’ para torcida do Athletico no campo do Palmeiras

O Athletico-PR visitou o Palmeiras, no sábado (8), em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.
O Furacão foi derrotado por 1 a 0, mas o que irritou o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Mario Celso Petraglia, foi o tratamento dado à torcida do Athletico no Allianz Parque, uma das mais modernas arenas do Brasil. 

Publicidade

A direção alviverde colocou uma rede no setor de visitantes. Petraglia chamou o setor destinado aos atleticanos de jaula e classificou a situação como ridícula.

“Por essa situação ridícula, uma jaula confinando torcedores, que somos favoráveis à torcida humana! Sem espaço exclusivo para os visitantes! A CBF e a Conmebol já deviam ter acatado a condição de torcida só do mandante!”, comentou o dirigente no Facebook.

Publicidade

Torcida humana

Na Arena da Baixada, campo do Athletico-PR, é adotado o esquema de “torcida humana”. O clube firmou um acordo com o Ministério Público do Paraná. No estádio, que recebeu jogos da Copa do Mundo de 2014, não há espaço para visitantes.

Publicidade

Os torcedores das equipes que vão jogar na Arena devem ficar junto com os atleticanos, mas sem camisas que identifiquem o clube para qual torcem.

Publicidade

De acordo com o UOL, o Palmeiras afirmou que o uso das redes na torcida visitante é uma determinação da Polícia Militar e que precisa ser cumprida em todas as partidas.

Nas redes sociais, muitos torcedores se manifestaram sobre o ocorrido. Tanto a “jaula” no Allianz Parque como a “torcida humana” na Arena da Baixada foram criticadas pelos internautas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!