in

Hamburg Open: após três horas de jogo, Zverev cai para Basilashvili nas semifinais

Nikoloz Basilashvili e Alexander Zverev marcavam a primeira disputa do dia no Hamburg Open. Pontuais, o público alemão já ocupava as arquibancadas de Rothenbaum antes mesmo do jogo envolvendo seu jogador favorito, e natural de Hamburgo, começar. Presume-se que os poucos assentos vazios no estádio de Rothenbaum eram os ainda disponíveis para compra. 

Publicidade

Pelo histórico do confronto, o alemão de 22 anos tinha vantagem de duas vitórias contra nenhuma do georgiano de 27. Em termos de ranking, era o 5º do mundo, contra o 16º.  Se a torcida fosse o principal fator para uma vitória, Zverev aplicaria pelo menos um pneu em Basilashvili. Mas as apostas estavam todas a favor de Nikoloz, campeão deste ATP 500 em 2018, que vinha se apresentando mais sólido no torneio. Além disso, a temporada do dono da casa vem sendo bastante questionada, com altos e baixos. E isso, o público pode comprovar na partida de hoje. 

O jogo

A partida começou com Basilashvili sofrendo para fechar seus games de serviço. Alexander Zverev chegou a ter três chances de quebra nos primeiros games do georgiano, e não aproveitou. Por sua vez, o alemão fechou seus primeiros serviços sem dificuldade, dispondo-se de um bom primeiro saque. Tudo começou a mudar no sexto game, fechado por Sascha, mas com dificuldades, já que ele cometeu três duplas faltas. A partir de então, o rendimento de seu saque caiu, assim como a confiança em seu jogo. Foi também com uma dupla falta, que o alemão entregou o primeiro set pro adversário, fechado em 6-4.

Publicidade

O segundo set começou como o primeiro, mas a quebra de saque conquistada por Basilashvili veio mais cedo, ainda no quarto game. Com tempo para responder à altura, Zverev assim o fez logo em seguida. E com menos de um minuto confirmou o serviço seguinte, para tomar as rédeas da partida. Com mais uma quebra no set, empatou o jogo.

Publicidade

No terceiro set, Nikoloz parecia ter encontrado o caminho de volta para o jogo, e abriu vantagem de três games a zero. Os cinco games seguidos foram intensamente disputados, com chances de quebra para ambos os lados. Mas Zverev conseguiu vencer todos eles. No game de saque seguinte de Basilashvili, Zverev teve dois Match Points, e desperdições. A decisão foi para o tie-break, no qual Nikoloz conseguiu sair de um 3-5 abaixo, para vencer por 7-5. 

Publicidade

A final

Nikoloz Basilashvili estará de volta à quadra de Rothenbaum neste domingo, a partir das 07h da manhã (de Brasília). Seu adversário será decidido no jogo entre Andrey Rublev e Pablo Carreno Busta. Se vencer, mantém os 500 pontos do ranking da ATP, conquistados em 2018. Independentemente do resultado, ele vai se manter na 16 colocação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade