in

‘Tive todas as chances nas mãos’, afirma Alexander Zverev após derrota no Hamburg Open

O dia não foi favorável para a torcida alemã que esteve presente no Hamburg Open. Afinal, o único representante do país ainda em disputa, Alexander Zverev, perdeu na partida de semifinal do torneio ATP 500. O placar foi apertado, decidido no tie-break do terceiro set.

Publicidade

Ainda que a vitória pudesse ter ido para ambos os lados, foi Zverev quem teve as primeiras chances de vencer o jogo. E talvez isso tenha sido o mais difícil de aceitar. “Eu tive todas as chances na mão”, declarou o alemão, após a derrota.

O atual número cinco do mundo comentou que apesar dos altos e baixos durante as três horas de hoje, ele esteve calmo. O lado emocional não teria nenhum papel em sua derrota, mas simplesmente a performance em momentos decisivos. “Quantos break points eu tive hoje? Quantas chances com o meu saque? Quer dizer, eu tive dois match-points e não joguei bem. Mas talvez ele tenha acertado algumas bolas vencedoras também”, questionou o tenista de 22 anos.

Publicidade

O número cinco do mundo ainda tem pontos importantes para defender até o final da temporada, e sabe que precisa melhorar sua performance, principalmente na hora de fechar a partida, para se manter no TOP 10. No próximo torneio, Masters 1000 de Montreal, por exemplo, ele precisará chegar pelo menos às quartas de final para manter a pontuação adquirida em 2018.

Publicidade

Projeção no ranking da ATP

Por ter chegado às semifinais, Aleander Zverev irá somar 180 pontos no ranking da ATP. Mas na próxima semana acontece o torneio de Washington, no qual ele foi campeão do ano passado. Como o alemão não irá participar da competição desta vez, perderá os 500 pontos conquistados. Em duas semanas, o atual número cinco do mundo poderá então perder uma posição. Mass, para isso, Stephanos Tsitsipas terá que da capital dos Estados Unidos com o título.

Publicidade

Agenda

Alexander Zverev volta para sua casa em Mônaco ainda no sábado (27). Deve descansar por lá até quarta-feira quando pega voo para Montreal. Lá fará a preparação para o final da temporada, disputada em quadra dura. O Masters 1000 do Canadá começa no dia 05 de agosto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade