in

Dani Alves quase fechado em equipe da Liga espanhola; e é surpreendente

Dani Alves deixou o Paris Saint Germain depois de dois anos na Liga francesa. O jogador juntou mais alguns títulos em sua carreira, mas decidiu sair, pensando no melhor para seu futuro. Com 36 anos, o lateral direito poderia estar pensando melhor seus últimos anos, buscando algo mais que possa ser um desafio para ele. 

Publicidade

Aparentemente, ele quer procurar isso longe da França. Porém, poucos entendem toda essa demora. Todos os times já estão trabalhando para a nova temporada e Dani Alves, que até foi premiado como o melhor jogador da última Copa América, conquistada pelo Brasil, ainda não recebeu muitas ofertas interessantes. E continua sem novo time. 

Barcelona e mais portas fechadas para Dani Alves

No início, parecia que Dani Alves estava esperando pelo Barcelona, onde ele poderia se reencontrar com Neymar. No entanto, na diretoria catalã eles rejeitariam seu retorno devido à competição na posição do lado direito, desde que eles têm três jogadores, Sergi Roberto, Nelson Semedo e Moussa Wagué, prontos para fazer esse lugar. E também porque eles não gostaram como Dani saiu do time, em 2016, meio áspero contra a diretoria.  

Publicidade

Com essa porta fechada, o jogador teria outras possibilidades, como o Manchester City, de Pep Guardiola, ou a Juventus, de Cristiano Ronaldo, mas o jogador não chegou em acordo com nenhum dos dois campeões. 

Publicidade

Sevilha abre a porta para Dani Alves

No entanto, Dani não vai regressar no Barcelona, nem na Juventus, mas ele estaria muito perto de regressar a um time, onde ele foi bem feliz.  Dani Alves poderia estar perto de vestir a camisa do Sevilha de novo. O diretor esportivo Monchi ainda é grato ao brasileiro, por ter sido sua primeira grande contratação e poderia lhe dar uma chance de regressar no Sánchez Pizjuan.

Publicidade

O salário poderia ser o único grande problema de sua contratação, já que Dani Alves cobrava no PSG, na última temporada, mais do que qualquer outro jogador da equipe do Sevilha.
Ainda assim, o jogador poderia ser muito importante para o time de Julen Lopetegui e para a torcida, que sempre recebeu muito bem o craque, mesmo quando ele estava no Barcelona.

Publicidade
Publicidade
Publicidade