in

Mercado da Bola: Palmeiras toma prejuízo e terá que pagar fortuna por Borja; entenda

Uma grande expectativa se criou entre os palmeirenses quando o clube contratou o atacante colombiano Miguel Borja. A torcida do Palmeiras, a diretoria e a imprensa esperavam que o jogador viesse para ser um dos grandes artilheiros da história do clube, e que ele, fosse o principal jogador de uma eventual conquista do bicampeonato da Libertadores, como ocorreu no Atlético Nacional, quando o atacante foi campeão em 2016.

Publicidade

No entanto, após dois anos de Palmeiras, o atacante não vingou, e o que se esperava, os gols, não aconteceram com tanta frequência como se imaginava. De herói, Borja passou a ser considerado mais um, e que constantemente perde a vaga de titular no time para Deyverson.

E agora, após investir em 2017 cerca de R$ 34 milhões para ter o jogador, o Palmeiras terá que desembolsar mais R$ 11,2 milhões para comprar os 30% que ainda pertencem ao time de Medellín, pois assim ficou estabelecido em contrato.

Publicidade

Palmeiras só não pagaria a dívida se Borja fosse negociado 

De acordo com o contrato firmado entre a diretoria do Palmeiras e Atlético Nacional, os outros 30% dos direitos econômicos de Borja só não precisariam ser pagos, caso o atacante fosse negociado com outro clube.

Publicidade

Se acontecesse uma transferência, caberia ao Palmeiras, apenas, repassar 30% do valor da nova transferência, mas como isso não ocorreu, o prazo se esgotou neste mês e agora o clube será obrigado a quitar sua dívida com a equipe colombiana.

Publicidade

Saída de Borja era certa, porém não houve propostas pelo jogador

Em meados de julho desse ano, o jogador sequer estava ficando no banco de reservas e sendo muito pouco aproveitado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, por esse motivo sua saída foi dada como certa, no entanto, propostas não aparecerem e o jogador acabou por permanecer.

Após a compra total dos direitos do jogador, seu contrato com o Palmeiras irá vigorar até 2021.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rodrigo Monteiro

Um dos primeiros redatores da melhor plataforma de jornalismo independente da internet, a I7 network, já trabalhou em outras plataformas, sempre escrevendo notícias em primeira mão para quem gosta de viver bem informado.
Os principais assuntos do mundo esportivo, do mundo dos famosos e da política estão aqui, com textos leves e interessantes, Rodrigo Monteiro faz parte do grupo de colunistas do Radar Esportes, TV Prime, 1News e I7 News quatro portais de notícias mais populares da internet.