in

Palmeiras: presidente Galiotte sofre pressão para demitir Felipão e decisão é tomada

A eliminação do Palmeiras na Copa Libertadores da América, na quarta-feira, diante do Grêmio, no Pacaembu, continua repercutindo negativamente nos bastidores do clube paulista.

Publicidade

A desclassificação foi ainda mais doída porque o Palmeiras venceu o jogo de ida, em Porto Alegre, e abriu o placar no Pacaembu. Naquele momento, o time que sempre apresentou defesa sólida, teria que sofrer dois gols para ser eliminado.

Foi exatamente isso o que aconteceu. Com participação decisiva de Everton Cebolinha, o Grêmio virou o jogo em um intervalo de quatro minutos e eliminou o Palmeiras diante dos alviverdes no Pacaembu.

Publicidade

Presidente é pressionado para demitir Felipão

De acordo com informações do jornalista Benjamin Back, do canal Fox Sports, muitos cartolas do Verdão procuraram o presidente do clube, Mauricio Galiotte, após jogo e pediram que Luiz Felipe Scolari seja demitido.

Publicidade

Conselheiros e dirigentes do Palmeiras ficaram revoltados com a decisão de Felipão de colocar Deyverson e não Miguel Borja no segundo tempo contra o Grêmio. Deyverson entrou e pouco fez para ajudar a equipe. Borja, por outro lado, é o segundo maior artilheiro do clube na história da Copa Libertadores.

Publicidade

Galiotte toma decisão sobre Felipão

Diante das críticas, o presidente do clube decidiu que Felipão permanece no comando do Palmeiras. No próximo domingo (1º), no Maracanã, o Verdão tem duelo decisivo contra o Flamengo, no Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras não é mais líder do Brasileirão e o medo de algumas pessoas dentro do clube seria o de ficar fora da fase de grupos da Libertadores do ano que vem. Ainda é muito cedo para falar qualquer coisa. O primeiro turno do Brasileirão ainda não terminou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!