in

Fifa ficou incomodada com ausência de Cristiano Ronaldo em premiação, diz jornal

Na última segunda-feira (23), a Fifa promoveu mais uma edição do prêmio The Best, onde tradicionalmente coroa os melhores do ano. Finalista ao troféu de melhor do mundo ao lado de Lionel Messi e do zagueiro Van Dijk, Cristiano Ronaldo não participou da cerimônia que foi realizada em Milão.

Publicidade

E de acordo com informações do jornal espanhol Marca, a ausência do astro português não agradou nem um pouco os principais dirigentes da entidade. A insatisfação se tornou ainda maior pelo fato do jogador da Juventus estar próximo de onde foi realizado o evento, e horas antes da cerimônia havia boa expectativa acerca da presença do gajo.

Na votação, CR7 acabou ficando na terceira posição, com 36 tentos somados. Referência defensiva do Liverpool, o holandês Van Dijk computou 38 pontos, enquanto Messi foi o grande vencedor com 46 pontos.

Publicidade

Publicidade

“Passavam os minutos e iam chegando muitos dos protagonistas. Primeiro, os jogadores do Real Madrid. Na sequência, atletas do Barcelona, incluindo um Ter Stegen que, apesar de ter jogar já na terça-feira e não ter recebido qualquer prêmio, decidiu respaldar o evento com sua presença. Mas quem não aparecia era Cristiano Ronaldo, curiosamente quem estava mais perto da celebração da festa: estava a só 150 km de distância, em Turim”, escreveu o diário.

Publicidade

Post no Instagram

Após o anúncio do vencedor, Cristiano Ronaldo publicou uma mensagem em tom reflexivo em suas redes sociais.

CR7 fica pra trás

Com a conquista, Messi chegou ao seu sexto título de melhor jogador do mundo e deixa Cristiano Ronaldo para trás no ranking. O craque argentino não vencia a premiação desde 2015. 

Na última edição do prêmio The Best, o croata Luka Modric ficou com o lugar mais alto do pódio, o que findou uma larga hegemonia de Messi e CR7.

Publicidade
Publicidade
Publicidade