in

Cruzeiro define destino de Rogério Ceni após empate contra o Ceará

Rogério Ceni não é mais o técnico do Cruzeiro. Com o ambiente cada vez mais conturbado nos bastidores, principalmente após o desentendimento com os jogadores, em função de Thiago Neves, no empate contra o Ceará, o treinador foi desligado do cargo.

Publicidade

A decisão da demissão de Ceni foi tomada na tarde desta quinta-feira (26), logo após uma reunião entre o profissional e a diretoria celeste. Em um curto trabalho, o treinador acabou criando atritos e não conseguiu reverter um cenário que já estava adverso antes mesmo da sua chegada.

Ceni comandou o Cruzeiro em oito partidas, acumulando duas vitórias, dois empates e quatro derrotas. Ele havia sido oficializado no cargo no dia 11 de agosto, e dois dias depois foi apresentado na Toca da Raposa.

Publicidade

Logo em sua estreia, a Raposa conseguiu imprimir um estilo de jogo interessante e na ocasião bateu o embalado Santos, em Minas Gerais.

Publicidade

Calvário celeste

Com 19 tentos na tabela, o Cruzeiro ocupa a 16ª posição na classificação e seca três adversários diretos nesta quinta-feira (26), para não terminar a rodada no temido Z4. A Raposa torce contra o Avaí, que visita o Grêmio, o CSA que visita o Palmeiras, e do Fluminense que recebe o Santos.

Publicidade

Agenda

Sem Rogério Ceni, o Cruzeiro tem o seu próximo desafio marcado para a segunda-feira (30), quando encara o Goiás, no Serra Dourada, no complemento da 22ª rodada do Brasileirão.

Substituto

De acordo com informações do site Superesportes, a diretoria celeste já trabalha para contratar um novo treinador o mais rápido possível e pretende fechar com um “medalhão”. Entre os cotados estão Dorival Júnior, Marcelo Oliveira e Abel Braga.

Publicidade
Publicidade
Publicidade