in

Fluminense ouve negativa de Cuca e tentará fechar com Felipão

Em crise, o Fluminense corre contra o tempo para fechar com um novo treinador. Desde a demissão de Oswaldo de Oliveira, na última sexta-feira, a diretoria do Tricolor já está no mercado. Recém demitido do São Paulo, Cuca foi um dos nomes sondados, contudo, o treinador recusou o convite e sinalizou que não irá assumir nenhum clube.

Publicidade

Diante disso, a cúpula diretória do Tricolor já escolheu um novo favorito para a vaga: Luiz Felipe Scolari, o Felipão.

O desejo do clube é justamente trazer um comandante “cascudo” e com experiência para o delicado momento. Segundo informações do Globoesporte.com, o time das Laranjeiras já contactou Jorge Machado, empresário de Felipão, e agora aguarda um posicionamento.

Publicidade

O negócio, no entanto, possui algumas barreiras que podem culminar em uma desistência. Os principais fatores seriam o financeiro bem como propostas do exterior pelo experiente comandante.

Publicidade

Se as tratativas não deslancharem com o técnico do Penta, o Fluminense tem um plano B que conta com Zé Ricardo e Lisca, Jair Ventura, Barbieri, Ceni e Thiago Larghi, no entanto, os dois primeiros aparecem como favoritos.

Publicidade

Marcão pode assumir

Caso o Flu não chegue a nenhum acordo com algum destes nomes, a solução pode ser caseira. Ídolo da equipe no passado, Marcão, que já comandará a equipe Tricolor no embate diante do Grêmio neste domingo (29), pode ser efetivado no cargo.

Situação delicada

Com 19 tentos somados, o Fluminense ocupa a 16ª posição na tabela, mas possui o mesmo número de pontos de Cruzeiro e CSA que ocupam a temida zona de rebaixamento. Um tropeço frente ao Grêmio pode recolocar o time das Laranjeiras no Z4 do Brasileirão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade