in

Palmeiras encara Chape com 4 reforços, e diretoria tenta blindar jogadores da pressão

Na noite desta quarta-feira (16), o Palmeiras entrará em campo em busca de mais três pontos para continuar sonhando com a disputa do Campeonato Brasileiro. Amplamente favorito, o Verdão encara a modesta Chapecoense, lanterna da competição e lutando para sobreviver na Série A da maior competição de clubes do país.

Publicidade

Jogando no Allianz Parque, a partida será iniciada às 21 horas, e o Palmeiras entrará em campo com força máxima, pois precisa vencer para não ver a distância do líder Flamengo aumentar ainda mais na Tabela do Brasileirão.

Palmeiras terá 4 reforços contra Chapecoense

Os titulares Weverton, Gustavo Gómez, Felipe Melo e Willian voltam a ficar à disposição do técnico Mano Menezes. As baixas no elenco, serão a do artilheiro e xodó da fanática torcida alviverde, Luiz Adriano, que está lesionado e do zagueiro Victor Hugo, que também está se recuperando de um problema muscular.

Publicidade

No lugar de Luiz Adriano, Mano escolheu Deyverson, que venceu uma disputa particular com Borja e Henrique Dourado. No lugar de Victor Hugo, Luan.

Publicidade

Desta forma, a provável escalação do Palmeiras para a partida será a seguinte: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Lucas Lima); Dudu, Willian e Deyverson.

Publicidade

Blindagem aos jogadores após protestos

No início de 2019, o Palmeiras tinha grandes planos e objetivos para este ano. No entanto, tudo começou a desmoronar com as derrotas nas partidas de mata-mata. Eliminações no Campeonato Paulista, na Copa do Brasil e na Copa Libertadores da América foram o estompim para que os torcedores pedissem a cabeça de vários dirigentes palmeirenses, inclusive a do diretor de futebol Alexandre Mattos.

A perda da liderança do Brasileirão foi a gota d’água para a torcida que está protestando com frequência por pelo menos o título do Brasileirão, o que restou para a temporada, no entanto, a derrota para o Santos foi o estopim da crise da diretoria com os torcedores.

Tentando blindar o elenco, para que a situação fora de campo interfira no desempenho dos atletas dentro de campo, os dirigentes e o técnico Mano Menezes estão tentando superar os problemas para que os jogadores pensem apenas em jogar futebol.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rodrigo Monteiro

Um dos primeiros redatores da melhor plataforma de jornalismo independente da internet, a I7 network, já trabalhou em outras plataformas, sempre escrevendo notícias em primeira mão para quem gosta de viver bem informado.
Os principais assuntos do mundo esportivo, do mundo dos famosos e da política estão aqui, com textos leves e interessantes, Rodrigo Monteiro faz parte do grupo de colunistas do Radar Esportes, TV Prime, 1News e I7 News quatro portais de notícias mais populares da internet.